Home

Poucos autores possuem a capacidade de mexer com o imaginário de seus leitores. O clássico da ficção científica, Vinte Mil Léguas Submarinas, do renomado Júlio Verne, é um dos escassos exemplos de literatura ficcional que são extremamente apaixonantes. Aliás, impossível não deslumbrar-se pelo francês que escreveu A Volta Ao Mundo Em Oitenta Dias e Viagem Ao Centro da Terra. Quem já se aventurou pelos livros de Verne sabe do que estou falando.

Publicada em 1870, a história do Capitão Nemo e seu submarino Nautilus é cercada de mistérios. A narrativa parte do princípio de quando o navio “Abraham Lincoln” é danificado, deixando três tripulantes – professor Aronnax, Conseil e Ned Land – a deriva do mar. Ao serem recolhidos pelo Nautilus, tornam-se prisioneiros do inventor de uma embarcação em forma de monstro marinho.

Mesmo que os fatos evidenciem que o Capitão Nemo possui as características de um homem frio e autoritário, o principal personagem da aventura proporciona caças submarinas e muitas histórias emocionantes. Imagine ter a oportunidade de conhecer as profundezas marítimas no seu mais ínfimo detalhe? É exatamente isso o que acontece e é proporcionado a Aronnax, Conseil e Ned Land.

Outro detalhe que difere Verne dos demais autores é que não existe nenhum escritor como ele que nos ensine a Geografia Mundial. Em suas três literaturas que pude conferir, todas são cercadas de conhecimentos sobre o mundo e suas especificidades. Afinal, você sabia que o sol se põe ao meio-dia no Pólo Sul? Caso a resposta seja negativa, saiba que é possível aprender diversas curiosidades nas narrativas deste francês.

Como se não bastasse, o autor tem também uma característica singular muito interessante: a lição moral do companheirismo e da lealdade. Em Vinte Mil Léguas Submarinas, é evidente a fidelidade dos amigos Aronnax, Conseil e Ned Land. Bem como é impossível não se emocionar com a incrível viagem de Axel e seu tio Dr. Otto Lidenbrock, em Viagem Ao Centro Da Terra, além da empolgante façanha de Mr. Phileas Fogg e seu criado Jean Passepartout, em A Volta Ao Mundo Em Oitenta Dias.

E posso afirmar com convicção: são minoria os que resistem aos fascínios de Verne.

Observação: Vinte Mil Léguas Submarinas possui pelo menos 20 produções cinematográficas, transmitidas tanto no cinema quanto na TV, inclusive em animação.

Fonte: Skoob.

Fonte: Skoob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s