Home

Quando entrei no curso de Jornalismo em 2011, não tinha a mínima ideia do que era um livro-reportagem. Aos poucos, fui me aventurando em algumas obras recomendadas pelos professores, mas confesso que sempre tive muita dificuldade para digerir este tipo de literatura. Afinal, lidar com a realidade nunca foi uma tarefa muito fácil.

Um dos livros-reportagem mais recomendados pelos jornalistas é a obra de Truman Capote, intitulada A Sangue Frio, cuja história faz jus ao nome. O relato revela todos os processos do assassinato brutal da família Clutter, ocorrido em 1959, na cidade de Holcomb, no Kansas, Estados Unidos.

No dia 15 de novembro de 1959, quatro membros da família Clutter – Herb, pai; Bonnie, mãe; Kenyon e Nancy, filhos) foram amordaçados por dois ladrões a procura de um cofre na residência que, logo após a descoberta de que não havia dinheiro, mataram todos com tiros de espingarda.

O crime teve uma grande repercussão na cidade e no Estado. A polícia local possuía apenas algumas pistas, mas prosseguiu com a procura pelos criminosos incansavelmente. Poucos meses depois, Richard Eugene Hickock e Perry Smith foram capturados e condenados à morte após a confissão.

A riqueza de detalhes no livro de Capote faz com que A Sangue Frio mostrasse a importância do jornalismo investigativo para a sociedade. Imagine quantas noites Capote passou em claro, quantos dias ele passou entrevistando familiares das vítimas e dos assassinos, recolhendo documentos oficiais e relatos das fontes até conseguir formar o quebra-cabeça com perfeição.

 Toda vez que termino um livro-reportagem, não consigo imaginar gênero literário mais admirável do que o Jornalismo Investigativo, no qual a verdade precisa se impor em todas as páginas, palavras e detalhes. Mais do que estômago forte, é preciso ter jogo de cintura para o cérebro processar o que é verídico e o que não é. Às vezes, prefiro acreditar que tudo não passou de uma ficção…

Fonte: Skoob

Fonte: Skoob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s