Home

Lembro que, quando comecei esse blog, eu tinha parado totalmente de comprar livros. Migrei do papel para a tela por achar que carregar um iPad era mais legal do que as obras em si, além do próprio valor financeiro. Hoje, quase três anos depois, vejo que o poder das folhas ainda é maior e nada, nenhuma telinha colorida, pode substituir esse prazer que só um livro é capaz.

No mês passado, tive a audácia de comprar sete livros de uma vez. Nunca tinha feito isso, mas acho que era o ponto de partida que eu precisava para que o meu sonho em ter uma biblioteca se concretizasse, mesmo que lentamente. E não para por aí. O meu olhar literário está cada vez mais voltado para a ficção. Logo eu, que sempre fui apaixonada por romances policiais, estou dividida entre os dois gêneros. Sempre tive bastante preconceito com alguns gêneros literários, pois sempre procurei ler aquilo que somente me deixasse extasiada. E não sabia que estava perdendo um mar de coisas boas sendo tola desse jeito.

Como se não bastasse, também tenho preconceitos com “autores da moda”, que estão sempre nas vitrines das livrarias. Sempre busquei ler o livro mais diferente e estranho possível, desde que ele não fosse um best-seller. Mas, percebi mais uma vez o quão ignorante tenho sido ao fazer isso. Desta vez, o protagonista da história é o americano Dan Brown.

Bom, como todo mundo sabe, Brown é renomado por suas obras de ficção, sendo O Código Da Vinci a mais famosa, tornando-se até um filme. Não quis arriscar logo de cara a mais queridinha, portanto, segui das dicas do meu namorado e parti para Ponto De Impacto, que superou bastante as minhas expectativas. Apesar do teor político e científico (o que torna os parágrafos cansativos em alguns momentos, na minha opinião), o autor conseguiu me surpreender do início ao fim.

Existem muitos pontos positivos que gostaria de ressaltar. O primeiro é que Ponto De Impacto é um daqueles livro que você entende o que acontece. É atual, tem linguagem de fácil compreensão, apresenta personagens que se entrelaçam, traz diálogos e capítulos divididos de forma que você não se perca, a narrativa não é linear, mas, mesmo assim, você consegue relembrar o que aconteceu algumas páginas atrás, isso sem contar os momentos de suspense e romance, que te fazem ficar sem ar por alguns segundos. Sendo assim, seria impossível falar mal de Brown depois dessa experiência incrível.

Pra terminar esse texto com chave de ouro, resolvi disponibilizar a sinopse original. Se eu não te convenci a ler Ponto De Impacto com esses seis parágrafos acima, garanto que vai querer ler imediatamente depois desse resumo da editora. Ou não. rsrs

“Quando um novo satélite da NASA encontra um estranho objeto escondido nas profundezas do Ártico, a agência espacial aproveita o impacto da sua descoberta para contornar uma grave crise financeira e de credibilidade. O peso dessa revelação acarreta sérias implicações para a política espacial norte-americana e, sobretudo, para a iminente eleição presidencial. Com o objetivo de verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca envia a analista de inteligência Rachel Sexton para a desolada geleira Milne. Acompanhada por uma equipe de especialistas, incluindo o carismático pesquisador Michael Tolland, Rachel se depara com indícios de uma fraude científica que ameaça abalar o planeta. Antes que Rachel possa falar com o presidente dos Estados Unidos sobre suas suspeitas, ela e Michel são perseguidos por assassinos profissionais controlados por uma pessoa que é capaz de tudo para encobrir a verdade. Em uma fuga desesperada para salvar suas vidas, a única chance de sobrevivência para Rachel e Michael é desvendar a identidade de quem se esconde por trás de uma conspiração sem precedentes. Com fascinantes informações sobre a NASA, a comunidade de inteligência e os bastidores da política americana, sem falar na polêmica discussão sobre a possibilidade de vida extraterrestre, Ponto de Impacto revela o amadurecimento de Dan Brown como escritor, reunindo todas as qualidades que o transformariam em um fenômeno mundial com seu livro seguinte: O Código da Vinci.”

Fonte: Skoob

Fonte: Skoob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s