Home

Como professor de História, para mim, é de importância vital conhecer temas ligados à humanidade. Assim, posso aprender e também ensinar aos meus alunos, para que ambos cresçam juntos. Mas, para que isso aconteça, devemos buscar conhecimento e a leitura é uma das minhas principais ferramentas de aprendizagem.

Fui atrás de novas visões e mais informações e me deparei com um livro de título chamativo e conteúdo excelente, chamado A Experiência Nacional, dos brasileiros Flavio Limoncic e Francisco Carlos Palomares Martinho. O livro em questão retrata o conceito de nacionalismo e o sentimento de eufemismo em diferentes parte do mundo, demonstrando não ser algo restrito a um certo grupo.

A obra ainda reúne 15 historiadores e o que pensam sobre o nacionalismo e suas intrincadas relações com os Estados, em diferentes momentos ao longo dos séculos XIX e XX nos mais diversos países. Esse ponto é interessante: os textos retratam tempos históricos diferentes, lugares geograficamente distintos, porém, todos com o mesmo fio condutor, o nacionalismo.

Mas, quero deixar aqui alguns trechos que chamaram particularmente a minha atenção, como o da Lúcia Lippi, que analisou os impactos da Primeira Guerra Mundial no Brasil. A partir da identidade nacional e das transformações modernizadoras do País para a época, como o texto vigoroso de Angelo Segrillo, traçando um amplo painel das questões nacionais russas, assim como Lorenz Bichler o faz em seu texto com a China.

“O fenômeno nacional é tão presente e generalizado atualmente que muitos o consideram algo natural. Ficamos emocionados ao ouvir o hino do país, o coração bate forte com os gols da seleção e muitos chegam a matar e a morrer em defesa da nação.”

Em resumo, A Experiência Nacional é para você, estudioso do nacionalismo, mas é para você, também curioso, interessado do assunto e que quer aprender um pouco mais sobre esse tema tão importante e atual da nossa sociedade. Caro leitor, vá tranquilamente comprar sua edição, pois o livro é de extrema qualidade. Me fez lembrar de anos atrás, quando ainda estava na universidade e tive meu primeiro contato com o historiador Eric Hobsbawm, por meio de seu livro A Invenção das Tradições. Desde então, essa questão nacionalista jamais foi a mesma para mim.

Acima de tudo, A Experiência Nacional, da editora Civilização Brasileira (Grupo Editorial Record), é um daqueles livros que merecem ser lidos e ficar na estante em algum lugar de fácil acesso, para que fique acompanhado de outros bons livros de referências para consultas sobre o tema em debate.

Resenhista: Lucas Gonçalves

A Experiência Nacional

Fonte: Skoob

Anúncios

Um pensamento em “A Experiência Nacional (Limoncic, Flavio e Martinho, Francisco Carlos Palomares)

  1. Pingback: De Volta do Inferno (Kershaw, Ian) | Pitacos Culturais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s