Home

Pílulas Azuis - Frederik Peeters

Já fazia alguns meses que Pílulas Azuis estava na minha wishlist no site da Amazon, que por sinal, nunca nos decepcionou com ótimas promoções, atendimento rápido e produtos de qualidade. Recentemente, aproveitei para adquiri-la e estou aqui para compartilhar as minhas opiniões sobre essa obra do suíço Frederik Peeters, responsável por essa premiada graphic novel autobiográfica, contando para nós como foi seu relacionamento com Cati.

Essa história de amor começou como a maioria: entre os amigos em comum. Os primeiros encontros em festas e suas afinidades fizeram com que essa típica história de amor fosse diferente, se não fosse pelo vilão. Afinal, toda história de quadrinhos que se preze tem um vilão e, nesse caso, não é a família que se opõe ao relacionamento ou um outro pretendente rico. O vilão aqui é em forma de vírus: Cati, a mulher pela qual ele é apaixonado, é soropositiva.

“Eu devia ter dezenove anos, ela, vinte e um… Sequer sabia se ela tinha me notado… Na certa tínhamos conversado… Na certa, eu tinha gaguejado… Lembro de ter me perguntado se éramos muito parecidos ou muito diferentes.”

Após essa notícia, é possível verificar o estado em que Frederik Peeters se encontra no momento de choque e seus olhos perdidos. Imagine você nessa situação, onde a pessoa que você está apaixonado te dá essa informação. Como você reagiria? Ainda mais em uma época em que ser soropositivo e suas consequências eram um campo obscuro sem informações.

Pois bem, se você conseguiu imaginar, vai entender melhor Peeters e suas ações em uma sequência “hermosa” de quadrinhos que demonstram tamanha habilidade em contar histórias e em desenhar. Com o desenrolar dos fatos, o suíço traz as angústias, as dúvidas de uma pessoa portadora de soropositivo, e de seu filho, também soropositivo. Sim, Cati contraiu o vírus e, por consequência, seu filho também.

Pílulas Azuis conta para nós o que passava em sua cabeça a cada momento, a cada situação e as dificuldades que foi superando com uma conversa filosófica com um mamute, que vale muito a pena. Essa é uma daquelas histórias que devem ser lidas, mesmo sem os “clássicos” vilões, sem explosões e sem violência. É uma clássica história de amor de um casal que se conheceu, se apaixonou e enfrentaram juntos a adversidade da situação. E o amor vence no final.

“Talvez ela seja seu pior azar e sua melhor sorte, talvez ela abra seus olhos para certas coisas essenciais”.

PILULAS_AZUIS

Fonte: Skoob

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s